System of a Down Genocídio

Nesta seção tentamos informar aos fãs da banda o que realmente foi o Genocídio que houve na Armênia durante a Primeira Guerra Mundial. A banda System Of A Down passa em trechos de suas músicas certos momentos de revolta quanto a este episódio ocorrido na Armênia, pela banda ter seus integrantes de origem Armênia eles sempre estão envolvidos e sempre tentando "denunciar" esta tragédia ao mundo. A seguir você encontrará textos que tentarão deixar claro o que foi a tragédia ocorrida na Armênia.

"Screamers" é um documentário dirigido por Carla Garapedian, que mostra os genocídios ocorridos no decorrer da história, desde o armênio no início do século XX até os dias de hoje em Darfur. O filme traz também alguns vídeos de músicas ao-vivo do System of a Down tocadas durante a turnê de 2005/2006 e entrevistas com membros da banda falando sobre o assunto.

*Para ativar as legendas clique no botão [CC]

O que vocês querem da terra? A questão está resolvida. Não há mais Armênios - Talat Pasha, ditador do tempo de guerra.

Sr. Orador, com diversas emoções nós marcamos o 50º aniversário do Genocídio Turco do povo Armênio. Em noticiar a questão dos eventos chocantes de 1915, nós observamos este massacre dos Armênios e com orgulho em saldar estes bravos patriotas que sobreviveram para lutar ao lado da liberdade durante a Primeira Guerra Mundial. - Registro do Congresso, pg 8890" - Gerald Ford,Endereçada aos representantes da casa dos Estados Unidos.

O Plano Foi Chefiado e Chamado de  Genocídio...

O Genocídio dos Armênios pelo governo Turco durante a Primeira Guerra Mundial a maior tragédia d idade moderna. Neste Primeiro Genocídio do 20º centenário, quase uma nação inteira foi destruída. A População Armênia foi efetivamente eliminada da terra que eles tinham ocupado por aproximadamente três mil anos. Esta aniquilação foi premeditada e planejada para ser cumprida e acobertada pela guerra.

Durante a noite de 23-24 de abril de 1915, políticos,religiosos, educadores e líderes intelectuais Armênios em Istambul foram presos, deportados para o interior, e desumanamente "colocados" 'a morte. E seguida o governo turco ordenou a deportação dos Armênios para "centros de deslocação", que eram realmente os áridos desertos da Síria e Mesopotânia . Os armênios foram conduzidos brutalmente pelo cumprimento e "ampliamento" do império.Sigilo, surpresa, decepção, tortura,desumanização, violentar e "pilhagem" foram todas uma parte do processo. Toda Ásia Menor foi colocada em movimento.

O maior tormento estava reservado para as mulheres e crianças, que eram conduzidas por esses através das montanhas e desertos, algumas vezes estavam desumanamente despidos e repetidamente eram atormentadas e abusadas. Privados intencionalmente de comida e água, eles sentiam pelas centenas de milhares ao longo das estradas do deserto.

Havia alguns sobreviventes espalhados pelo Meio Leste e Transcaucasia. A maioria deles refugiados aqui e ali, morriam de fome, epidemias e"exposições". Até memória da nação foi destinada ao esquecimento a forma de vida dos Armênios na Turquia foi recusada. Mapas e história foram reescritos, igrejas,escolas e monumentos culturais foram profanados. Crianças pequenas eram roubadas de seus pais, eram renomeadas para crescer como turcos. Em 1990 apalavra "Genocídio" não havia sido criada ainda. Muitos porta-vozes de governos e homens de estado vieram a reconhecer o assassinato em massa contra os Armênios e classificou como crime contra a humanidade, um assassinato de uma nação.

Relatórios das atrocidades surgem gradualmente e chega  conhecimento mundial através de jornais e documentários. Na Europa o Poder unido tornou publica a notícia que eles poderiam deter pessoalmente todos os responsáveis membros do governo o turco e outros que planejaram ou participaram dos massacres. Sim, em alguns anos, estes mesmos governantes e homens de estado voltaram atrás e ignoraram os Armênios Assim o Genocídio Armênio começou a cair no esquecimento.

Em fato, o governo turco foi bem sucedido neste plano diabólico de exterminar a população Armnia do que agora é a Turquia. A falha da comunidade mundial de se lembra ou de honrar suas promessas de punir os culpados ou pela Turquia assegurar os sobreviventes ajudou Adolph Hitler alguns 20anos depois a cumprir uma parecida política de exterminação contra os Judeus.

O "Monumento Genocídio" é desenhado em memória às vítimas inocentes do primeiro genocídio do 20º centenário. O Museu do Genocídio nos ensina a entender que o genocídio Armênio é um importante passo para prevenir tragédias similares no futuro, e os que esquecerem o passado estão condenados a repeti-lo.

"The Plan Was Mastered And Called Genocide, TookAll Of The Chlidren And Then We Died, The Few That Remained Were NeverFound, All In A System, Down..." (P.L.U.C.K.)

Eles marcharam, uma linha de Armênios, por um caminho quieto,arrastando-se pelo deserto, escoltados pelos turcos. Eles estavam desidratados , famintos, mas a comida e a água foram negadas a eles. Eles acreditavam que iriam ser "recolocados", mas cada vez mais aparentava que cada passo que era dado era um passo dado para suas mortes. Eles não podiam escapar, se um turco não os matasse por tentativa de fuga, morreriam de fome ou sede no deserto que aparentava não ter fim. Durante sua marcha, os Armênios eram violentados e assassinados, e os outros passavam fome e sede. Os turcos cometeram todas essas atrocidades, eles tinham criados grupos especiais contendo criminosos violentos para realizar as prisões. Quando os Armênios chegavam para a "recolocação" eram mortos ou deixados para morrer no deserto, ou de alguma forma encontrar um jeito de sobreviver enquanto procuravam um jeito de escapar da condenação à morte.

Antes do Genocídio, os Turcos e os Armênios viviam em relativa harmonia antes da queda do Império de Ottoman.Os jovem Turcos começaram a formar um novo Império, o "Pan-Turkic", estendendo a Turquia para a Ásia Central. Os armênios eram única coisa no caminho deles. Assim, inspirados no neo-facismo e nas ideologias "Pan-Turnian", decidiram eles próprios se livrarem dos armênios.

O Genocídio ocorreu de 1915 a 1916, 1922 e 1923 secundários, "cobertos" pela Primeira Guerra Mundial, efetivamente demoliram a população Armênia da Turquia e o Império Ottoman, deixando 1,5 milhões de vítimas de 2,5 milhões de armênios vivendo no Império. Os Armênios eram mortos de um jeito sistemático,primeiro eles eram questionados a participarem dos esforços da guerra. Os Armênios homens eram "projetados" para ajudar nos esforços da guerra, e eles eram imediatamente mortos ou trabalhavam par morrer. Já os Armênios que eram mulheres, crianças e idosos dos vilarejos eram enganados. Eles eram questionados em receber uma recolocação temporária, e assim eram assassinados se tentassem fugir.

Atualmente, os turcos negam que isso tenha acontecido. Mas nos relatórios oficiais Turcos constam "massacres", "deportações", "destruição de vilas e vilarejos" entre outras atrocidades.

O Genocídio Armênio continua irreconhecido, diferente de outros genocídios como o Holocausto, o Genocídio de Rwandan e o Genocídio de Kosovo. 24de abril é o dia em memória das vitimas do genocídio, o dia em que mais de 300 políticos,figuras intelectuais da Armênia foram mortas, deixando a Armênia sem líderes. É o dia da honra de todos aqueles que morreram em resultado do fascismo turco e das ideologias racistas.

"Wake The Fuck Up ..."